Antonina
Você tem que conhecer uma das mais antigas cidades do Paraná, que reserva ótimas opções para viagens curtas ou mesmo passeios de um só dia, a 77km de Curitiba. Cheia de casarios coloniais, Antonina tem opções como ecoturismo, turismo histórico e cultural, turismo náutico, turismo de aventura ou simplesmente passeios alegres e ensolarados com a família. Fundada em 1714, suas ruas e paisagens ainda têm os traços da história presentes nas tradições culturais e religiosas.

Como Chegar
Pela BR-277, seguindo pela PR-408, ou ainda pela Estrada da Graciosa a partir da BR-116.

Boa Pedida
Conheça os ótimos restaurantes locais para provar o sabor da região e não esqueça de comprar uma lembrancinha de artesanato. Mas Antonina ainda tem muitos outros encantos locais. Confira mais algumas opções e ligue para a Secretaria de Turismo para garantir só alegria na bagagem.

• Ponta da Pita e Prainha, local de lazer para banhos, pescarias, piqueniques e práticas de esportes naúticos, com lanchonetes, restaurantes e rampa para barcos pequenos.

• Praça Romildo Gonçalves Pereira, Praça Beira-Mar, local para contemplação das ilhas e montanhas de Antonina. Possui ancoradouro, espaço destinado ao esporte e quiosques.

• Baía de Antonina, onde o mar mais avança no continente. Cadeia de montanhas da Serra do Mar com belíssima paisagem, principalmente ao amanhecer.

• Usina Hidrelétrica Governador Viriato Parigot Souza (Capivari-Cachoeira), a maior central geradora subterrânea do sul do país. As visitas podem ser feitas somente às terças-feiras e precisam ser agendadas pelos telefones 41-3432-1120, ramais 6729 ou 6782. O acesso é pela PR-340.
As visitas deverão ser previamente agendadas junto a Companhia Paranaense de Energia Elétrica – COPEL. Tel. (41) 3462-8400. e-mail: visitas.gps@copel.com.

• Pico do Paraná, na divisa entre Antonina e Campina Grande do Sul, com 1962 metros é o mais alto do Sul do Brasil e roteiro certo dos montanhistas. O acesso é por trilhas do Bairro Alto ou Via Campina Grande do Sul pela BR-116. Informações: Tel. (41) 3213-3849 com o Instituto Ambiental do Paraná – IAP.

• Parque Estadual Roberto Ribas Lange, com 2698 hectares. Para quem já tem experiência em trilhas e esportes, o acesso é difícil e as escaladas devem ser acompanhadas por guias especializados. Informações com o Instituto Ambiental do Paraná – IAP, Tel. (41) 3213-3849.

• Recanto do Cabral, bosque com rampa natural para aportar embarcações com qualquer maré. Bairro da Graciosa de Baixo, a 3 km do centro.

• Recanto Rio Nunes, praia fluvial com áreas gramadas, arborizadas e equipamentos de lazer nas duas margens. Tem churrasqueiras, vestiários, sanitários e área para acampamento. A 16 km de Antonina pela PR-340.

• Rio Cachoeira, com corredeiras. Um percurso de 3 km onde é possível tomar banho de cachoeira, fazer caminhadas e praticar rafting. Na Estrada do Bairro Alto, com acesso pela PR-340.

• Bairro Alto, área de lazer e caminhadas ecológicas. Belezas naturais e registros históricos, como os vestígios da antiga usina Cotia, o ponto do início da colonização japonesa no Paraná e inúmeras trilhas (a da Conceição, ligação com Apiaí/São Paulo e acesso à Represa do Capovari e o Bairro Alto). Para chegar vá pela PR-340.

Informações Gerais

Lembre-se: ligue antes de pegar a estrada e aproveite ainda mais o seu passeio. Você pode procurar a Secretaria Municipal de Turismo e Esporte.

Tel.: (41) 3978-1093

Envie um e-mail

Você também pode ir direto à Praça Carlos Cavalcante, s/n˚ (Estação Ferroviária). Boa viagem!

Para conhecer

• Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, de 1715.

• Igreja de São Benedito, de 1824. Serviu como refúgio religioso para escravos.

• Igreja Bom Jesus do Saivá, de 1835. Tombada pelo Patrimônio Histórico em 1970.

• Setor Histórico, com arquitetura luso-brasileira em sobrados, ruínas e calçadas de pedra.

• Teatro Municipal, de 1906 e rico em adornos. É um ícone na fase áurea da economia local, o telefone é (41) 3978-1093.

• Estação Ferroviária, de 1922. O local é atualmente um espaço cultural e o Centro de Apoio ao Turismo e Esporte. Tel. (41) 3978-1076.

• Praça Coronel Macedo, o mais antigo e belo espaço da cidade. Reúne diversos monumentos do ciclo da erva-mate: coreto, chafariz, busto do Getúlio Vargas e a Carta Testamento.

• Recanto Poti, homenagem ao Poti Lazarotto. O mosaico, feito com ladrilhos hidráulicos, retrata pontos da cidade e é uma obra do ceramista Adoaldo Lenzi. No prolongamento da Avenida Nenê Chaminé – Centro.

• Porto de Antonina – Terminal Barão de Teffé, chegou o quarto do Brasil. Foi reestruturado, ampliado e modernizado.

• Bairro Alto, área de lazer e caminhadas ecológicas. Belezas naturais e registros históricos, como os vestígios da antiga usina Cotia, o ponto do início da localização japonesa no Paraná e inúmeras trilhas (a da Conceição, ligação com Apiaí/São Paulo e acesso à Represa do Capovari e o Bairro Alto). Para chegar vá pela PR-340. Visitas só agendadas. Tel. (41) 3432-1448.

• Terminal Portuário de Ponta do Félix, o mais moderno terminal para cargas refrigeradas da América do Sul. Para visitas, entre em contato. Tel. 3432-8000 ou (41) 3432-8057.