Celular no trânsito:
Celular tocando. Você tem duas opções: estacione e atenda e ou não atenda. Retorne a ligação depois, afinal, a maioria das chamadas tem identificação.

Sono ao volante:
Não há nada a fazer contra o sono. Ele é uma necessidade biológica que vai se manifestar. Não depende de sua vontade. O melhor remédio contra o sono é o planejamento e a escolha do horário certo para se iniciar uma viagem. Observe nos jornais os horários de acidentes graves: eles geralmente ocorrem à noite, quando o motorista é traído pelo sono. Evite, sempre que puder, dirigir à noite.

Objetos cortantes e pontiagudos:
Uma colisão simples, banal, pode se transformar em uma tragédia quando você carrega objetos cortantes. É por isso que os vidros do seu carro são feitos de vidro temperado. Recipientes de vidro, varas de pescar, espetos e produtos feitos em PVC, entre outros, viram objetos cortantes e perfurantes quando estilhaçados. Devem ser carregados sempre no porta-malas. Da mesma forma, é desaconselhável dirigir com canetas no bolso da camisa.